Resenha : O beijo da Meia-Noite por Lara Adrian

3.9.14

ISBN : 9788579301957
Editora : Universo dos Livros
Páginas : 397



  Gabrielle Maxwell é uma renomada artista plastica que vive em Boston. Ela tem uma vida normal até presenciar um sangrento assassinato. Gabielle, transtornada com o assassinato, começa a procurar respostas, se tornando assim a principal vitima dos Renegados, vampiros que cederam a sede de sangue, e agora são sedentos por sangue e sexo. Procurando por respostas Grabrielle se encontra com Lucan, um grande vampiro da Raça, que está disposto a defender os demais da raça e os humanos da ameaça de seus irmão renegados, que não conseguem se controlar quando a sede de sangue. E agora com a ameça que os renegados se transformaram para Gabrielle, Lucan precisa leva-la para seu escuro submundo e protege-la, pois ela é muito mais que uma humana qualquer.

 Eu gostei muito desse livro, principalmente por não serem vampiros comuns e terem diferentes grupos que são de origem de uma única raça. Meu personagem preferido foi a Gabrielle, que mesmo estando em perigo constantemente não se submete ao seu inimigo, pelo contrário, ela o enfrenta com todas suas forças, e faz sempre o possível para proteger aqueles que ela ama. Como sempre, personagens principais tem seu lado chato, e o de Gabrielle é aquele que eu mais odeio, o famoso (eu só estou te causando mal, por minha causa isso, por minha causa aquilo), e isso me irrita muito as vezes, mas tirando esse defeito dela, eu gostei bastante dela. 

 Bom, o livro é erótico ? Sim. Mas não é nada de tão, oh meu Deus. Lógico que como todo livro erótico as cenas de sexo são mais detalhadas e constantes, mas nada que acabe com sua ingenuidade. Eu até achei que as cenas iriam ser mais fortes pelas resenhas que eu li sobre ele, mas não é nada muito intenso, vocês podem ler tranquilamente.

 Uma coisa que eu gostei neste livro foi que a autora não teve dó de matar, e matou quando tinha que matar e ferir quando tinha que ferir. As cenas de ação são bem legais, apesar de não ser tão contantes. O Lucan, o bonzinho da história, acho que foi o primeiro vampiro "bonzinho" que eu gostei, pois a maioria deles são um saco. E o vilão, apesar de nós conhecermos ele só no finalzinho do livro, ja me pareceu um ótimo vilão. Ele foi cruel, e acho que a autora vai desenvolver a história muito bem e infelizmente sem um triângulo amaroso (sim, eu amo triângulos amorosos).

 Eu adorei o livro, recomendo muito para que gosta de histórias sobre vampiros. Dei 5 estrelas porque o livro é merecedor, e a narrativa da autora é ótima. Estou super ansioso pelas continuações. Espero que tenham gostado da resenha e não esqueçam de comentar. Um beijo e até a próxima ! 

Também poderá gostar de

0 comentários