Resenha: Agência de investigações holísticas Dirk Gently por Douglas Adams

25.5.15

Título: Agência de investigações holísticas Dirk Gently
Autor (a): Douglas Adams
Editora: Arqueiro
Páginas: 240
ISBN: 9788580413953


Richard MacDuff é um engenheiro de computação perfeitamente normal que sempre se comportou muito bem, obrigado, até o dia em que deixa uma mensagem equivocada na secretária eletrônica de sua namorada, Susan Way. Arrependido, toma a decisão mais natural possível: escalar o prédio dela e invadir seu apartamento para roubar a fita com a gravação. Na vizinhança, Dirk Gently bisbilhota os arredores com seu binóculo quando presencia o ato tresloucado do antigo colega de faculdade e decide entrar em contato para lhe oferecer seus serviços investigativos. Depois de uma série de acontecimentos bizarros, o detetive percebe uma interconexão obscura entre a atitude estapafúrdia do amigo e o assassinato de Gordon Way – irmão de Susan e chefe de Richard, que passa a ser suspeito do crime. De uma hora para outra, os dois veem-se envolvidos num caso incrivelmente estranho, com elementos díspares e desconexos que, no final, conseguem se encaixar de forma perfeita e construir uma trama típica de Douglas Adams. 
 Agência de investigações holísticas Dirk Gently, um livro onde o autor poderia ter seguido dois rumos dentro da estória, mas infelizmente ele escolheu justamente o caminho que não me agradou. 
  Narrado em 3° pessoa, o livro nos conta uma estória de vários pontos de vistas diferentes, de modo que no final tudo se interligue e o autor consiga finalizar sua obra de um jeito que não se é esperado.

 Richard é um engenheiro que trabalha em uma das maiores empresas tecnologicas e desenvolvedoras de programações do país. Seu chefe é o grosseiro Gordon Way, um homem que após ver seu império cair, conseguiu juntar forças para ergue-lo novamente, e por isso é um homem super bem sucedido. 

 Após cometer uma tremenda "burrada" com sua namorada, Richard decide invadir o apartamento dela para tentar consertar seu erro, o que não é um plano muito seguro, uma vez que ele decide escalar o prédio para conseguir executar tudo como planejado.

 Nesta mesma noite, Gordon Way é assassinado na beira da estrada enquanto está indo rumo a seu chalé no interior da cidade. O que ninguém esperava, era que Dirk Gently, um investigador muito estranho e um tanto peculiar, estivesse observando Richard, e contatasse-o dizendo que havia o visto invadindo o apartamento e que também precisavam conversar, pois segundo ele, tanto o assassinato de Gordon quanto a invasão de Richard e algumas outras coisas, tinham uma ligação um tanto estranha.

 No decorrer do livro iremos acompanhar os personagens tentando desvendar o mistério por trás da morte de Gordon e por trás de algumas outras coisas um tanto estranhas demais para qualquer ser humano. 


 O que dizer sobre o livro? Bom, ele me decepcionou demais.

 Douglas Adams é um dos escritores mais prestigiados e amado pelos leitores em geral, e eu acreditava que iria me encantar pela escrita dele assim como todo mundo. E isso aconteceu. A escrita do autor é bem característica e diferente, algo que é bem "dele" mesmo. Gostei muito da forma como ele usa um humor negro para fazer diversas criticas a diversas coisas, a sociedade, aos seres humanos, aos diferentes tipos de seres humanos e outras coisas. Isso foi uma coisa muito legal de se ver, porque conseguimos perceber que o autor tem um pensamento muito avançado e critico à tudo que o cerca. Mas tirando isso, nada me agradou no livro. 

 O livro começa de uma forma lenta e bem confusa, pois além de ser narrado em 3° pessoa, temos diversos pontos de vista, o que acaba nos deixando meio perdido de inicio. Depois que conseguimos nos localizar na estória, vamos acompanhando a jornada dos personagens e como o autor faz as coisas acontecerem. O que não me agradou foi como as coisas aconteceram. Eu achei que a estória foi muito mal desenvolvida, pois no meio do livro vamos descobrir uma coisa que se chama realismo fantástico (acho que é isso), que vai fazer a estória tomar um rumo que nós não esperávamos, e foi por isso que eu não gostei do livro, porque ele poderia ter seguido um rumo que tornaria a estória algo completamente cativante, mas acabou optando por seguir um rumo que acaba mudando a estória do avesso (de certa forma).
Se o Universo acabasse todas as vezes que houvesse alguma incerteza quanto ao que aconteceu nele, nunca teria passado do primeiro picossegundo.
  O elemento de realismo fantástico presente no livro deve ser uma coisa que eu acredito que tenha nos outros livros do autor, e que pode ser até o fato de tantas pessoas gostarem da série, mas infelizmente foi uma coisa que me desagradou porque se a estória tivesse seguido o rumo "normal", poderia ter tido um final super emocionante e mais investigativo, vocês conseguem me entender?

 Para finalizar só gostaria de dizer que o livro não me agradou mesmo, e peço desculpas se você é fã do autor e não gostou do que eu falei, mas é a minha opinião. Quanto a aparência do livro, bom, isso está fantástico; sou apaixonado por essa capa, e a diagramação está muito boa, sem erros ortográficos e os capítulos são pequenos. Um livro pelo qual eu esperei muito e infelizmente recebi pouco. 

P.S: Não sei se realmente o que tem no livro é realismo fantástico, mas pelas definições que eu já vi, é sim. Caso eu esteja errado deixe nos comentários qual é o nome deste elemento, ficarei muito grato em saber.

Também poderá gostar de

12 comentários

  1. Olha devo dizer que você não foi o único viu, li em um outro blog que também não gostou deste desfecho..... Uma pena viu, porque o livro me pareceu ótimo,
    Bjus

    ResponderExcluir
  2. O livro me pareceu ser interessante, mas você se decepcionou.... Tenho um certo receio em ler autores que são muito "falados", como o próprio Adams. Consequentemente, nunca li nada dele... Espero mudar isso! haha
    Beijos

    www.notavelleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Que pena! A diagramação deste livro está tão incrível, é lamentável que não tenha correspondido a suas expectativas. Eu achei esse marcador a coisa mais fofa do mundo gente, e não sei se leria este livro no momento também não.

    xoxo
    http://www.amigadaleitora.com/

    ResponderExcluir
  4. O Gu!
    Pelo que você disse do livro, acho que, ao contrário de você, eu iria gostar bastante da história. Nunca li nada desse autor, mas como muitos nerds gostam, acho que não seria diferente pra mim....
    Mas, que pena que pra você o livro não aconteceu, é super chato quando isso ocorre, a gente espera um montão do livro e depois que lê fica se perguntando "Era isso mesmo, produção?" Super chato!
    Beijos

    LuMartinho

    ResponderExcluir
  5. Oii, tudo bem?
    Ouvi dizer por todo mundo que o autor é ótimo, eles me venceram e fizeram eu ter esse livro em minhas mãos, a estória não me agradou, a escrita me confundiu, pensei que era só eu, mas li várias resenhas e vi que aconteceu com todo mundo também. A capa já ganhou meu coração <3
    Beijos!
    www.doceliterario.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Gu, bom, eu não conheço a escrita desse autor, mas apesar da sua crítica ao estilo que ele usou para criar a história e o desfecho, eu ainda tenho curiosidade em ler o livro, pois acho a premissa boa e gosto dessas coisa mais psicológica e investigativa. Adorei a resenha e acho que você colocou seu ponto de vista de maneira correta. Bjs

    Território nº 6

    ResponderExcluir
  7. Oi Gustavo!
    É uma pena que você não tenha gostado do livro, porque pelo enredo seria o tipo de livro que eu adoraria ler, sem falar que é Douglas Adams! hahaha Ele sempre tem um crédito comigo.
    Fiquei bem curiosa para ler, tô esperando poder fazer isso logo, mas sinceramente torço para ter uma opinião diferente da sua.
    Queria ter comentado ontem para desejar um Feliz Dia da Toalha! rsrsrs
    Abraços,
    Duda - www.mylittlewonderland.com.br

    ResponderExcluir
  8. Gu, acho que realmente é uma questão de gosto... Segundo meu noivo que leu o guia do mochileiro das galáxias, o autor é ótimo com escrita e como desenvolve a história.
    Acho que se você não gosta dessa mescla de realismo com fantástico/mágico, realmente não vai gostar do livro.
    Bom, vamos ver as outras opiniões sobre ele.
    Gostei como você abordou sua opinião. :)
    Beijos!

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  9. Olá
    A maioria das resenhas que leio sobre esse livro o povo não gostou
    O livro sendo narrado em terceira pessoa tbm me confunde e tendo um monte de personagens então fico perdidinha. Adorei sua opinião sincera sobre o livro bjs
    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. O livro parece ser bem legal, ma fiquei triste de voce dizer que parece confuso :(

    ResponderExcluir
  11. Não li toda a resenha por medo de spoilers, desculpe! Também recebi esse livro e quero muito ler, pois adoro a escrita do Adams. No entanto, fiquei um pouquinho receosa por você ter dito que o livro te decepcionou. :/

    www.bonitapordentro.com

    ResponderExcluir
  12. Como eu sou mega fã do autor, toda vez que leio um livro dele, já espero por essas reviravoltas, e guinadas que as vezes não tem sentido nenhum e te deixa mega confuso. Uma pena que você não gostou, mas não deixa de tentar outros títulos dele, agora que você já sabe como é a escrita dele, talvez curta mais.

    sobremimemeumundo.blogspot.com

    ResponderExcluir