Resenha: Lola And The Boy Next Door, por Stephanie Perkins

20.7.15

Título: Lola and the boy next door
Título nacional: Lola e o garoto da casa ao lado
Autor (a): Stephanie Perkins
Editora: Penguin/Speak
Páginas: 338
ISBN: 9780142422014
A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda… ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro. Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.
  Fofo, engraçado e animado. Lola e o garoto da casa do lado é um livro que apesar de ser clichê e previsível, irá de conquistar do começo ao fim, pois é assim que funciona a narrativa da Stephanie Perkins, é como se fosse a droga de todo leitor. 
 Lola e o garoto da casa ao lado vai nos contar a história de Lola, uma jovem que sempre foi apaixonada por seu vizinho Cricket, mas que após um determinado acontecimento, acaba guardando esse sentimento na onde ela possa o manter quieto. Com a mudança de Cricket e sua família, Lola perde completamente o contato com eles, e com o passar dos anos segue sua vida, arrumando um namorado, Max, e correndo atrás de seus sonhos.

 Agora que Lola mudou e é uma nova pessoa, Cricket volta para a cidade, e como se já não fosse o bastante, ele ainda volta a ser seu vizinho, o que será algo muito perigo para Lola, uma vez que ela nunca apagou seus verdadeiros sentimentos pelo menino.
 Quem me conhece sabe meu grande amor por Anna e o beijo francês, que também é da Stephanie Perkins. Acontece que eu amei tanto Anna e o beijo francês que eu acabei criando muitas expectativas para Lola e o garoto da casa ao lado, e infelizmente eu acabei me decepcionando um pouco.
It's easy to talk about things we hate, but sometimes it's hard to explain exactly why we like something.
 Como já era esperado por mim, a narrativa da Stephanie não deixou a desejar, pelo contrário, foi tão boa quanto a de Anna e o beijo francês, o que me deixou super feliz, pois estou completamente viciado na escrita desta mulher. Eu não sei se a tradução consegue passar tudo que o livro original passa, mas a magia na escrita do livro é algo tão incrível e surreal. Essa mulher tem o dom para escrever. 

 Mas o que realmente não me fez gostar muito do livro é porque é tudo muito previsível e clichê. Ai vocês me dizem "ah Gustavo, mas Anna... também é bem clichê", e eu concordo com vocês, mas para mim Lola e o garoto da casa ao lado foi clichê demais. Já nas primeiras páginas você consegue prever como irá ser o desfecho do livro, e isso acabou me decepcionando. 

 Esse foi um livro que apesar de eu ter gostado, não foi algo que eu me via completamente preso sabe? Tinha momentos que era impossível largar o livro, mas isso ocorre por causa da escrita da autora, não por causa da história em si. 
Life isn't about what you get, it's about what you DO with what you get.
 Apesar de todas as minhas criticas, eu gostei da história e de como as coisas ocorrem, e por isso eu super indico o livro para todo mundo, até porque eu sei que muitas pessoas vão gostar muito mais do livro do que eu gostei. Meu único conselho é: Não espere que o livro seja igual os outros da autora, pois definitivamente não é. 

Também poderá gostar de

13 comentários

  1. Oie Gu!!
    To querendo ler esse livro há um tempo!! Desde Anna!!
    Agora fugindo um pouco do assunto, você achou e escrita difícil nesse livro?? Li Anna em português e agora to lendo em inglês(ou tentado haha), e estou achando tranquilo!
    Beijos

    www.notavelleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isa!
      NOSSA, você acabou de me lembrar de que era pra ter ter falado sobre a escrita em inglês do livro, mas agora já foi, haha!
      Bom, a resposta é não. Se você está conseguindo ler Anna, vá sem medo que você vai conseguir entender tudo!

      Beijos

      Excluir
    2. Hahaha Até procurei se você falava sobre em algum post, e vi de HP, que eu pensei em começar por ele, mas como já tinha lido Anna, foi mais fácil!! Tenho certeza que vou demorar para terminá-lo :/
      Obrigada!

      Beijos

      Excluir
  2. Gu, nada supera Anna e o beijo francês. Muito amor por esse livro.
    Lola, parece até ser muito bom, mas também não acho que vá superar Anna.
    Espero ter a oportunidade de ler porque a escrita da Stephanie é muito gostosa de ler.
    Ah, adoro esse povo que ler em inglês. hehehe

    Lisossomos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Déby!
      Concordo, é difícil encontrar um livro no mesmo estilo que supere Anna, haha!
      Assim que puder leia Lola, pois é uma leitura muito válida.

      Beijos

      Excluir
  3. Oi Gu, quando fala em história clichê eu já me desanimo, pois o que me empolga em uma leitura é exatamente a capacidade de o autor conseguir criar uma história única. Apesar da sua recomendação, não pretendo ler. Bjs

    Território nº 6

    ResponderExcluir
  4. Ola Gustavo eu tenho Anna e o beijo Frances e amei, a escrita é leve e fluiu muito bem , ainda não li o livro da Lola porém já li muitos elogios, vou ler com certeza. Uma pena quando colocamos expectativas demais no livro e elas não são atendidas, mas até os clichês são ótimas leituras. abraços

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  5. Oie Guh, não li nada da Stephanie Perkins, tenho muita vontade de ler Anna e o beijo Frances. Adorei sua resenha, e como vc já falou no whats vc adorou, vou colocar na minha lista ok.

    beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Oi Gustavo,
    eu já li este livro, e confesso que realmente é bem fácil sacar como as coisas vão acontecer, mas a forma da autora abordar e falar sobre um relacionamento gay, e fazer uma garota como Lola, já me conquistou. E sim, a autora consegue nos fazer ficar preso a leitura, eu adorei Lola e o Garoto da Casa ao lado. Uma pena não ter sido tudo aquilo para você.

    Beijos Ana Zuky

    ResponderExcluir
  7. Tô querendo muito ler este livro, pois ouvi falar que o inglês dele é fácil,
    diurnosleitores.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. OI gu!
    Poxa, achei que você iria dar mais estrelas para o livro ja que começa a resenha falando que e um bom livro./ não li nada dessa autora ainda e não consegui ler Ana e o Beijo Francês, achei meio chatinho, então não sei se eu gostaria desse livro! Uma pena você ter se decepcionado T_T Tão ruim quando isso acontece, neh?!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    É uma pena que não tenha dado mais estrelinhas para o livro =/
    Ele é um dos meus favoritos dos últimos tempos então sou um pouco suspeita para falar. Espero que goste dos outros livros da autora =D
    Ótima resenha!

    Bjs,
    Fernanda
    amigadaleitora.com

    ResponderExcluir
  10. incrivelmente decepcionada com esse livro, lola é uma personagem tão vitimista e insuportável, egoísta e varias outras coisas irritantes.. sério mesmo, fiquei extremamente irritada com esse livro.

    ResponderExcluir