Resenha: O Despertar do príncipe, por Colleen Houck

29.10.15

Título: O despertar do príncipe | #01 Deuses do Egito
Autor (a): Colleen Houck
Editora: Arqueiro
Página: 376
Gênero: Fantasia
ISBN: 9788580414363
 Aos 17 anos, Lilliana Young tem uma vida aparentemente invejável. Ela mora em um luxuoso hotel de Nova York com os pais ricos e bem-sucedidos, só usa roupas de grife, recebe uma generosa mesada e tem liberdade para explorar a cidade. Mas para isso ela precisa seguir algumas regras: só tirar notas altas no colégio, apresentar-se adequadamente nas festas com os pais e fazer amizade apenas com quem eles aprovarem. Um dia, na seção egípcia do Metropolitan Museum of Art, Lily está pensando numa maneira de convencer os pais a deixá-la escolher a própria carreira, quando uma figura espantosa cruza o seu caminho: uma múmia — na verdade, um príncipe egípcio com poderes divinos que acaba de despertar de um sono de mil anos. A partir daí, a vida solitária e super-regrada de Lily sofre uma reviravolta. Uma força irresistível a leva a seguir o príncipe Amon até o lendário Vale dos Reis, no Egito, em busca dos outros dois irmãos adormecidos, numa luta contra o tempo para realizar a cerimônia que é a última esperança para salvar a humanidade do maligno deus Seth.
 Com O despertar do príncipe a autora Colleen Houck irá nos apresentar a história de Lily, uma jovem de 17 anos que tem uma família super rica e controladora. Como manda seus pais, Lily precisa escolher logo uma faculdade, mas acontece que o que seus pais querem para ela, ela não quer para si mesma, e para piorar ela não tem a coragem de enfrentar seus pais, o que já nos da uma ideia da protagonista que iremos acompanhar no decorrer da trama.

 Mas a Lily que conhecemos no começo da trama começa a mudar quando sua vida é cruzada com a de Amon, uma múmia/semideus super atraente, que por necessidade acabará se ligando à própria jovem, e a levará com ele para uma incrível aventura no Egito, enquanto ambos tentam despertar os irmãos de Amon para que assim possa ser feita a cerimônia que irá manter as trevas afastadas por mais mil anos.

 Com uma trama super divertida, cativante e intensa, Colleen nos apresenta à mitologia egípcia, que é muito rica e que infelizmente poucos conhece. Assim como na Saga do tigre, a autora irá nos mostrar seu grande talento para criar histórias em volta de mitologias já existentes, as quais ela realiza pesquisas super bem feitas para conseguir passar para seu leitor não só apenas uma história, mas também a essência da fantasia e do ambiente em que se passa.
 Colleen Houck é uma das minhas autoras favoritas e que me conquistou completamente com sua tão famosa e incrível Saga do Tigre (a qual eu ainda não terminei, mas pretendo). Quando eu descobri que ela tinha lançado mais um livro e que a Editora Arqueiro estava trazendo não só o livro, mas também ela para o Brasil, eu fiquei muito, mais muito feliz, afinal de contas, não via a hora de vê-la explorando outra mitologia.
A fé não passa de uma disposição para acreditar, e com o tempo essa crença vai ficando mais forte e mais afiada, até se tornar capaz de corar suas dúvidas com a mesma facilidade das cimitarras de Amon.
 Quando comecei a leitura meu maior receio foi que ela acabasse tornando este livro um A maldição do tigre só que com personagens diferentes, mas felizmente isso não aconteceu, afinal de contas, esse livro conseguiu se sobressair a muitas fantasias que eu já vi por ai. Mas calma, antes que me perguntem se eu gostei mais deste livro do que de A maldição do tigre, já digo que a resposta é: não. A maldição do tigre ainda conseguiu me agradar mais. 

 No começo do livro, quando somos apresentados à Lily, eu acabei não indo muito com a cara dela. Mas o amadurecimento da personagem na trama é tão grande que eu terminei o livro com ela na minha lista de protagonistas femininas favoritas. A Lily é uma protagonista que começa insegura, com seus dramas pessoais, e que provavelmente irá irritar maior parte dos leitores. Mas com o decorrer da trama ela se tornou aquele tipo de personagem que faz exatamente aquilo que você quer. Ela conseguiu ser aquela protagonista sem cu doce, que admite os seus próprios sentimentos para si mesma, e que o melhor de tudo, NÃO ESPERA DO MOCINHO DAR O PRIMEIRO PASSO. Quer algo melhor do que isto? 
A eternidade é um tempo longo demais para não se ter alguma coisa para lembrar.
 Quanto ao Amon... Posso dizer que dele eu não gostei tanto assim. Ele é um bom personagem, é forte, determinado, cavalheiro. Mas tinha momentos em que ele me dava nos nervos. Se tem algo que eu não suporto são esses mocinhos que tentam se privar do amor que sentem pelo bem de todos. E infelizmente o Amon acabou se tornando esse tipo de mocinho na maior parte do livro.

 Mas o que eu mais gostei na obra toda foi o lado de amizade e amor entre Amon e seus irmãos. Acho que a autora conseguiu passar através desse laço muita mensagens lindas e muito importante para todos, e foi o que conseguiu me agradar a ponto de dar as 5 estrelas para este livro. Quando o Asten, um dos irmãos de Amon, chegou na história, eu já revirei os olhos pensando que a Colleen iria criar a partir dali um triângulo amoroso, mas felizmente isso não aconteceu, pois eles se respeitam demais até para tentarem competir pela mesma mulher.

 Acho que acabei falando demais e até dando alguns spoilers, mas relaxem, não é nada que irá atrapalhar sua experiencia de leitura. Pelo contrário, se você gosta dos aspectos que eu apontei, a chance de você amar esse livro tanto quanto eu é super alta. Nesse livro eu consegui ver uma evolução na escrita da Colleen, e isso me mostrou o incrível talento que ela tem para escrever obras fantásticas. Este é um ótimo livro que eu indico para todas as pessoas, elas gostando ou não de fantasias.

Também poderá gostar de

11 comentários

  1. Olá. Gostei da sua resenha, porém pelo livro não me interessei.
    Não gosto de histórias sobre egípcios e deuses, apesar de algumas coisas parecerem interessantes.
    Beijos, Lara.
    http://www.imperio-imaginario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Li esse livro há uns meses e ainda não superei, é maravilhoso! Estou ansiosa pela continuação!

    ResponderExcluir
  3. Oi Gu, fazia tempo que não passava por aqui e percebi que você mudou bastante coisa no layout. Gostei muito!!! Ainda não sei o que pensar sobre esse livro, mas acho que é uma boa leitura em geral, e eu adoro mitologia egípcia, logo, vou amar a leitura. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oiii, fazia tempo que não via nada desse livro e já estava sentindo saudades hahaha adorei a tua resenha, o bom é que se você falou demais, eu esqueço na hora de ler!
    Beijão

    http://segredosliterarios-oficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Comprando esse livro em 3, 2...
    Adorei a resenha!! Desde quando lançou esse livro já fiquei ansiosa pra lê-lo, mas ainda não tive a oportunidade. Em breve, quem sabe, hehe.
    Beijinhos
    doprefacioaoepilogo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Eu simplesmente amei esse livro e não tenho palavras para descreve-lo.
    Foi minha primeira experiencia com a Colleen e me agradou demais. Também achei que o Asten ia roubar a Lily, mas ainda bem q não aconteceu kkkk
    bjs bjs

    ResponderExcluir
  7. Eu comprei esse livro quando a Colleen veio na minha cidade, mas ainda não li. =O Tanto livro na lista!! Socorro! kkkk

    Seguindo o blog!
    Beijos,
    http://postandotrechos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. haha, eu tbm falei demais na minha resenha, mas esse livro é tão <3<3 que n tem como vc se controlar e falar pouco :p
    Adorei a resenha ^^
    www.guildadosleitores.com

    ResponderExcluir
  9. Só passo mais vontade! Eu amo a escrita dessa mulher. Não vejo a hora de poder conferir essa nova aventura.
    Essas resenhas sobre ele só mostra o quanto ele é bom. A sua esta linda.
    beijos
    http://estudiodecriacaoblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Quando li a sinopse desse livro confesso ter achado bem estranha toda a história, alias sem cabimento mesmo. Mas comecei a me interessar com o passar das resenhas que lia, então com certeza leria.

    ResponderExcluir
  11. A eu estava esperançosa com o livro, agora desanimei, odeio personagens assim como o Amon, pelo visto vai ser igual ao outro livro dela e não tô a fim de passar raiva com personagens mais não.
    Parabéns pela resenha e pela sinceridade.
    http://k-secretmagic.blogspot.com.br/
    Xoxo

    ResponderExcluir