Entrevista com o autor | Jessica Spotswood

8.4.16

  Não, você não leu errado, essa é uma verdadeira ENTREVISTA COM A JESSICA SPOTSWOOD, AAAHHHHH!!

 Se vocês acompanham o blog há um tempinho vocês provavelmente sabem que As crônicas das Irmãs Bruxas se tornou minha trilogia favorita, assim como a autora da trilogia, a Jessica, que também se tornou uma das minhas autoras favoritas. Então assim que eu terminei de ler a trilogia eu corri para tentar entrar em contato com ela, e eu consegui. Eu pedi uma entrevista, onde ela responderia algumas perguntinhas, e ela muito fofa topou logo de cara. PORÉM, como nem tudo é um mar de flores, ela demorou mais de 5 meses para me responder, e ontem, quando eu já tinha até esquecido disso, eu abri meu e-mail e vi que ela respondeu as perguntas e ainda pediu desculpas pela demora. Não vou mentir, EU SURTEI (E MUITO)!

 Então agora, vamos acalmar um pouquinho os corações e acompanhar a entrevista, que por sinal eu amei, pois ela foi muito fofa na hora de responder as questões.


Atenção: Entrevista contém spoilers! 

UMCL: Olá Jéssica! Primeiramente gostaria de agradecer por esta incrível oportunidade, não poderia estar mais feliz. Bom, vamos as perguntas: Qual foi sua maior inspiração para escrever As crônicas das irmãs bruxas, uma história tão complexa entre três irmãs bruxas em pleno século 19?
Jessica: Bom, eu fui inspirada por um sonho que eu tive onde cada uma das minhas irmãs e eu estávamos lutando por um medalhão magico de nossa mãe. Como a Cate, eu sou a mais velha de três irmãs, e a ideia de escrever sobre uma complicada mistura de amor e competição entre três irmãs com grandes poderes mágicos me cativou muito.

UMCL: A história foi do começo ao fim da maneira que você esperava? Ou ela acabou tomando outros rumos?
Jessica: Ela mudou muito enquanto eu a escrevia! Por exemplo, em Enfeitiçadas, a Cate originalmente não iria embora para a Irmandade no final do livro; em vez disso ela foi julgada por bruxaria e Paul a salvou com um falso noivado. No meu primeiro rascunho não tinha nenhuma profecia dizendo que uma irmã mataria outra! Agora eu sequer consigo imaginar a série sem este importante elemento.

UMCL: Você criou todos os personagens do zero ou você já tinha algum deles prontos só esperando pelo história perfeita?
Jessica: Eu os criei para esta história, mas eu também fui muito influenciada pela minha relação com as minhas irmãs para criar a relação de Cate com Maura e Tess. Eu sempre me senti muito protetora para minha irmãzinha, que é 8 anos mais nova do que eu; enquanto que eu e minha irmã do meio discutíamos um monte enquanto crescíamos. Nós eramos muito competitivas uma com a outra. Eu me baseei nesta rivalidade de irmãs para criar a tensão entre Maura e Cate!

UMCL: Uma coisa que eu amei na sua escrita foi a maneira como você cria situações que despertam pensamentos feministas nas pessoas. Isso foi algo que você planejou inicialmente ou simplesmente aconteceu?
Jessica: Obrigada! Eu espero que todos os meus livros sejam feministas, isto é muito importante para mim. Eu queria criar uma série sobre garotas que são fortes, espertas, poderosas e independentes. Historicamente - e ainda hoje - muitas pessoas se sentem ameaçadas ou com medo de mulheres assim. As garotas as vezes não tem muito respeito - elas são zoadas e vistas como bobas. Mas elas são incríveis - criativas, curiosas, destemidas e apaixonadas. 
Só de estar escrevendo sobre garotas poderosas, fazendo delas o centro da história, parece algo feminista para mim também. Da mesma forma, é importante para mim que os meus livros reflitam as diversidades do nosso mundo com personagens que tenham raças, opções sexuais, religiões e classes diversas.

UMCL: Existe algum autor que te deu inspiração para escrever As crônicas das irmãs bruxas?
Jessica: Eu não sei se eles influenciaram diretamente As crônicas das Irmãs Bruxas, mas tem alguns dos meus autores favoritos de YA e Fantasia, que são Libba Bray, Kristin Cashore e Marie Rutkowski.

UMCL: Como foi para você fazer a maioria dos leitores de As crônicas das irmãs bruxas chorarem pela personagem mais odiada durante toda a história? 
Jessica: Fico muito feliz que você tenha chorado! Isso significa muito, e eu amo que os leitores ainda se sintam tão investidos na personagem e na relação dela com a Cate. Maura cometeu muitos erros, mas ela tem um bom coração. Eu amei escreve-la, e eu chorei em uma cafeteria enquanto escrevia sobre sua morte.

UMCL: Quais são seus planos para o futuro como uma autora? 
Jessica: Bom, eu acabei de editar uma antologia "A tyranny of Petticoasts", que tem 15 contos sobre ficção história e fantasias históricas sobre garotas americanas ao longo da história. Eu escrevi um dos contos e trabalhei com 14 incríveis autores (incluindo Marie Lu, Marissa Meyer e Elizabeth Wein) que escreveram os demais contos.
Eu também tenho meu primeiro livro contemporâneo vindo ao mercado editorial em Maio - WILD SWANS - que é sobre uma família complicada, grandes amigos e primeiro amor. Por enquanto os dois livros só estarão sendo publicados nos Estados Unidos, mas eu espero que eles também sejam vendidos internacionalmente.

UMCL: Bom, eu gostaria de agradecer imensamente por esta oportunidade e pelas incríveis respostas! Já estou super ansioso para ler Wild Swans, é exatamente o tipo de livro que eu amo ler. Mias uma vez, muito obrigado!

 Bom, como vocês puderam ver, esta foi a entrevista, que apesar de não ter sido tão grande, foi incrível, pelo menos para mim. A Jessica se mostrou uma autora muito fofa e humilde, algo que só me fez admira-la ainda mais. Espero de verdade ter a oportunidade de ler seu novo livro que lança em Maio, e podem ter certeza que assim que eu ler eu venho compartilhar minhas considerações com vocês.

 Espero que tenham gostado e até mais!

Também poderá gostar de

12 comentários

  1. Oiii Gustavo, tudo bem????
    Menino, eu te entendo hahahhaha. É tão bom falar com um autor que admiramos tanto não é mesmo? Dá até aquela palpitação no peito hahahhaha
    Sou louca para ler os livros da autora, mas ainda não tive oportunidade :P
    E adorei a entrevista, ela parece ser um amor de pessoa =D
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi!!
    Menino eu li o primeiro livro dessa trilogia e adorei, já estou com os outros dois livros aqui para ler.
    Eu imagino a tua felicidade quando viu que a autora respondeu a entrevista, é tão legal quando conseguimos manter um contato com um autor que gostamos.
    OMG, eu não quero spoiler, vou ler os livros e prefiro ser surpreendida, então infelizmente não vou ler a entrevista.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Gustavo, que chique!
    Entrevista internacional.
    Adorei a entrevista, saber mais das obras dela.
    Até eu quero ler o novo livro dela agora.
    Ela realmente parece ser uma fofa.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  4. oi.
    que fofa ^^ pow nunca li nada dela, mas acho que vou dar uma olhadinha. gostei de saber q ela escreveu um conto e trabalhou com demais autores, adoro livros de contos. Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  5. Que incrível, uma entrevista assim, arrasou! \o\ :D Ah, fiquei mega interessada na historia repleta de magia das 3 irmas! ^^
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. eu não conhecia a autora, mas achei essa entrevista sensacional! òtima oportunidade para conhecer mais do trabalho dela.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oie
    a autora é um amor, eu ainda não conhecia nada dela ma fiquei curiosa somente pela fofura dela e vou ver se pesquiso mais sobre o livro e tento ler em breve

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. A autora me conquistou por dizer que tem a preocupação em criar personagens feminista, fortes. São personagens assim que eu quero ler mais em livros.
    Adorei mesmo ler essa entrevista.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá, gostei bastante da entrevista, não conhecia a autora e fiquei bastante feliz com algumas declarações da mesma.

    Abraços
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  10. oi, tudo bem?
    Eu já ouvi falar muito dessa série, mas conheço pouco e nunca tinha lido nenhuma entrevista com a autora. Legal isso de ideia surgir de um sonho dela com as irmãs, e de ela ter se inspirado nessa relação fraternal real para compor a das personagens
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oiee, tudo bem?

    Nossa, já tinha ouvido falar da série, mas nunca tinha visto foto da autora. Parabéns pela entrevista. É tão bacana quando os autores nos dão essa atenção, né? Ficou lindo.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.b

    ResponderExcluir
  12. Olá :)
    Já fiz entrevista com autora internacional também e surtei quando ela topou :) A minha autora foi a Michelle Falkoff que escreveu A Playlist de Hayden <3
    Não li sua entrevista para não pegar spoiler haha
    Abraço
    http://interessantedeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir