Sinto sua falta mas não te quero de volta

6.5.17

 Os sentimentos dentro de mim são tão conflitantes que eu nem sei por onde começar. Antes de qualquer coisa, saiba que o fato de eu ainda escrever um texto sobre você não faz com que eu não tenha superado que acabou e que o que nós tivemos nunca vai voltar a existir, pelo contrário, é justamente por ter superado que enfim eu sou capaz de colocar para fora tudo o que eu senti durante o pouco tempo em que estivemos juntos.

 Seu amor me pegou, cê bateu tão corte com o teu amor, nocauteou, me tonteou, veio à tona, fui à lona, foi K.O. Acho que esse é o trecho que mais define tudo o que eu senti por você (amém Pabllo Vittar). Foi tudo tão rápido e momentâneo, que quando eu vi já estava completamente apaixonado por você. E sabe o mais engraçado? Eu realmente cheguei a acreditar que você sentia o mesmo. Para falar a verdade, eu acredito que você realmente sentiu o mesmo, mas esse sentimento não se estendeu tanto da sua parte quanto se estendeu da minha, e talvez seja por isso que tenha sido tão mais difícil para mim dizer adeus.

 O melhor de tudo é que apesar de como as coisas acabaram, eu não guardei o menor rancor de você. Chega a ser estranho a forma como eu me pego com o sorriso no rosto todas as vezes em que eu penso no que tivemos, ou todas as vezes quando o meu ônibus passa em frente à sua casa e eu me lembro de quando você me levava até o ponto. Isso é bom, certo? A verdade é que eu ainda sinto a sua falta (porra, e como sinto), mas por mais contraditório que seja, eu não te quero de volta. E eu não estou falando isto para parecer que eu de fato superei, eu estou falando isto porque é a verdade, porque eu sei que foi bom enquanto durou e ponto final.

 Sabe as fotos que nós tiramos após um dos melhores momentos da minha vida? Eu ainda tenho todas elas, em arquivos e em sentimentos, pois elas sempre estarão em um lugar especial do meu coração, assim como tudo o que vivemos naquele dia. Ta vendo, é por isso que eu não consigo guardar rancor de você, porque tudo o que nós tivemos me fez tão bem que eu estaria sendo injusto comigo mesmo de jogar fora todos os aprendizados que eu adquiri enquanto estive com você.

 No total foram três semanas. Ou melhor, foram As três semanas, pois eu fiz nesse tempo o que eu esperei dezesseis anos da minha vida para fazer, que foi amar e ser amado por alguém em quem eu confiasse. Nessas três semanas eu aprendi mais sobre mim mesmo do que eu aprendi em dezesseis anos, e eu sempre serei grato a você por ter me proporcionado tudo isso, por ter feito com que eu pudesse ver o Gustavo que estava escondido em algum lugar lá dentro de mim.

 Eu não queria que as coisas tivessem acabado como acabou, mas eu sei que foi o melhor para ambos. Talvez, se tivéssemos levado isto por mais tempo, as coisas teriam acabado de uma maneira pior, onde ambos sairíamos muito mais machucados. Mas quer saber? Chega de me lamentar, a minha vida está só começando e eu sei que muitos amores ainda virão.

 Por hora, a única coisa que eu posso fazer é te agradecer por ter sido o primeiro.

Também poderá gostar de

0 comentários