Adeus fast fashion

22.7.17

 Vocês sabem o que é fast ou slow fashion? Pois é, eu também não sabia até alguns dias atrás, quando a linda da Liz Chollet postou uma foto maravilhosa no Instagram onde ela falava sobre parar de consumir fast fashion, e ainda me introduziu ao que é chamado de roupateca, um lugar onde você pode alugar roupas por um determinado tempo e depois devolver para que outras pessoas também usem. Genial, não? Foi a partir desse post e de uma conversa sobre moda sustentável, que eu tomei a iniciativa de pesquisar sobre como funciona a produção de moda atualmente, e é justamente dessa produção que surgem os termos fast fashion e slow fashion.

 Fast fashion significa Moda rápida, e é toda a moda produzida e consumida em massa. Então todas essas marcas grandes que estão atualizando seus catálogos semanalmente, como a Renner, C&A, Marisa, Riachuello, etc, são marcas que se utilizam deste estilo de produção.

 Já Slow fashion significa Moda lenta e é um movimento sustentável que contrapõe o Fast fashion, se preocupando com a conscientização da população para que todos percebam como a produção em massa de tanta roupa prejudica o  meio ambiente, afinal de contas, estamos nos apropriando de recursos naturais finitos e que devem ser usados com sabedoria. Além do mais, para produzir peças em grandes quantidades, muitas marcas se utilizam de mão de obra barata, e em alguns casos até mesmo escrava.

 Ta Gustavo, mas que diferença faz eu consumir slow fashion enquanto todo o resto do mundo continua consumindo fast fashion? Primeiramente, você tem o alívio de saber que não contribui para isto, sem comentar que, a partir do momento em que você decide agir de maneira diferente, as pessoas notam isto e começam a se questionar, e isso pode ser uma grande oportunidade para levar o movimento à frente.

 Ok, agora que nós sabemos o que é fast fashion, slow fashion, e qual a diferença entre ambas, a pergunta que não quer calar é: quem não compra em marca fast fashion compra onde? Bom, isso é o que eu também estou descobrindo a cada dia que se passa, mas por hora eu posso dizer algumas alternativas para vocês, sendo a primeira dela os brechós. Eu não sei vocês, mas eu sou completamente apaixonado por brechós (mesmo nunca tendo comprado nada em um o que está por mudar), e isso facilita muito a vida de quem quer aderir ao movimento Slow fashion. Para quem não conhece nenhum brechó próximo de onde mora, também é possível comprar através da internet, onde para nossa alegria existe diversos brechós com peças de todos os estilos e tamanho, é só dar uma pesquisada (principalmente pelo Instagram).

 Outra alternativa são os bazares de igreja, onde as pessoas vendem de tudo, inclusive roupas. Muita gente ainda prefere o bazar ao brechó, pois como é um método de arrecadar fundos para a igreja e acontece na igreja, eles não cobram muito caro pelas peças (conheço gente que comprou peças de grife semi-novas por R$5,00 em um bazar de igreja).

 E é claro que além de brechós e bazares, vocês também podem comprar roupas diretamente com lojas slow fashion. Infelizmente eu ainda não conheço muito para indicar para vocês, mas vocês podem procurar por elas ai na internet (pesquisem por roupas veganas que vocês irão encontrar rapidinho). E sim gente, eu sei que as roupas em lojas slow fashion são bem mais caras do que o comum, mas vale sempre lembrar de que a qualidade é muito melhor do que uma roupa de fast fashion, e também que o processo todo pelo qual aquela pecinha passou não causou o impacto ambiental que a sua blusinha de R$19,99 da Marisa causou.

Bom, agora que já tivemos acesso a esse tantão de informação nova, está na hora de parar e pensar o que vocês irão fazer com ela. Eu acabei de fazer uma promessa de que eu ficarei até o fim do ano sem comprar qualquer peça de fast fashion, o que será um grande desafio para mim mas que eu darei o meu melhor para conseguir. Ao longo desse processo eu volto aqui para atualizar vocês e também, é claro, mostrar cada pecinha nova que eu adquirir durante este período.

Também poderá gostar de

0 comentários