Quem você quer ser em 2018?

26.12.17

 Eis que então chega a época do ano quando as noites são iluminadas pelas casas cheias de pisca-piscas e esperança, quando as pessoas finalmente percebem que mais um ciclo está se encerrando e que é hora de se questionar como foram esses 365 dias. É aquele momento no ano em que a gente para e se autoavalia, se julga e principalmente, se perdoa. Se perdoa pelos erros cometidos, pelas palavras que não deveriam sequer ser pensadas, e também pelas promessas que não foram cumpridas.

 Essa sempre foi uma das minhas épocas favoritas do ano, não só pelos presentes, mas principalmente pela forma como as pessoas se tratam. Não tem nada mais lindo do que ver familiares que passaram o ano brigados trocando palavras de afeto e se perdoando de verdade. Não tem nada mais lindo do que ver as pessoas se abraçando e desejando boas energias aos próximos. Não tem nada mais lindo do que ver o amor que transborda dos corações daqueles que mais amamos.

 Sempre que eu penso em comemorações de fim de ano eu me recordo de um em específico, quando eu passei a virada do Ano Novo com a família da minha madrasta. Lembro-me  de que quando o relógio indicou 00:00 todos só conseguiam chorar pela perda que sofreram naquele ano. E eu? Bom, eu também chorei, chorei porque percebi que aquelas pessoas não veriam mais uma das pessoas mais importantes de suas vidas. E sabe qual o aprendizado que eu levo daquela experiência? Que as pessoas que amamos são mortais, e elas podem hora ou outra vir a fazer falta em nossas vidas. Então por que não aproveitar o ano inteiro e demonstrar tudo de bom que sentimos por elas, ao invés de somente nas duas últimas semanas de um ano?

 Mas confesso que este ano tudo está diferente. Eu estou diferente. O Gustavo que escreve este texto agora jamais imaginou que chegaria onde ele está. Jamais imaginou que se tornaria esta pessoa. E adivinha qual a pergunta que ele se fará até que o relógio do dia 31 indique 00:00? Quem eu quero ser em 2018?  2017 foi para mim um ano essencial. Foi o ano em que eu decidi que estava na hora de abrir um novo caderno e começar a escrever minha história do início, deixando para trás tudo aquilo que não me agregava e continua não agregando nenhum valor, seja ele qual for.

 Sendo assim o questionamento que eu deixo para todos vocês neste ano é: Quem você quer ser em 2018? Qual a história que você quer contar? Qual a marca que você quer deixar no mundo? 

 Tenham todo um ótimo Natal, e um próspero Ano Novo. Espero ver a nova versão de vocês por aqui no ano que vem!

  • Compartilhe:

Você também pode gostar desses aqui

2 comentários

  1. Seremos tudo o que o destino oferecer. Mas sempre melhorando!

    Gostei muito do teu blog, muito inspirador :)

    Tatiana, blog Sorrir sonhar por mais
    https://sorriresonharpormais.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tati, como vai?
      Exatamente, sempre melhorando!

      Fico muito feliz que tenha gostado do blog e que ele lhe seja inspirador <3

      Obrigado pela visita!

      Excluir