Tutorial | Feed de fotos complementares

18.5.18
 Assim que eu vi pela primeira vez o Editorial CQA eu cheguei a conclusão de que eu precisava fazer algo grandioso com ele no meu Instagram, e não apenas postá-lo da maneira convencionar. Foi a partir daí em que eu comecei a buscar por inspirações de feeds diferenciados e criativos, e após reunir diversos exemplos do que eu queria eu desenvolvi o meu próprio feed, ao qual eu apelidei de Feed de fotos complementares mas que lá fora é conhecido como Puzzle Instagram Grid Feed.

 Como o feed me rendeu muitos elogios e gente perguntando como eu consegui montá-lo, eu decidi fazer este tutorial, para que todos possam montá-lo de acordo com o seu gosto e com a sua criatividade. A única coisa que vocês ter para isto além das fotos é o Photoshop (tentei utilizar outros programas porém não consegui). Vamos lá?!

1. Criando um novo arquivo
 Para criar um novo arquivo no Photoshop você pode clicar em "Arquivo" (no topo da tela à esquerda) e em seguida clicar em "Novo", ou apenas usar as teclas de atalho Ctrl + N. Será aberto em sua tela uma caixa para definir as características de seu novo arquivo, onde você deverá preencher de acordo com a imagem acima. Após preencher, clique em "OK" e o arquivo será criado.

2. Adicionando a grade
 Para que você consiga ter uma pré-visualização de como irá ficar seu feed no Instagram ao final do processo, é necessário que se adicione a grade. Para isto, clique em "Visualizar" na barra superior e, em seguida, em "Nova Guia". Será aberta a seguinte caixa:

 Nesta caixa você deve selecionar a opção "Vertical" e em "Posição" colocar "20". Dê um "OK" e a primeira linha aparecerá. Após este passo você deve repeti-lo, desta vez colocando "40" na posição (certifique-se de que selecionou "vertical"). A segunda linha aparecerá, e o arquivo ficará assim:

 Agora é a vez de adicionarmos as linhas na horizontal. Para isto, repita o procedimento, só que desta vez selecionando "Horizontal". Na primeira vez você irá preencher a "Posição" com "20", na segunda vez com "40", na terceira com "60" e assim sucessivamente, até chegar em "100". Ao fim do processo seu arquivo deve estar assim:

 Você provavelmente já conseguiu perceber que este arquivo resultará em 6 fileiras de fotos para o seu feed, portanto agora só temos que adicionar as fotos e posicioná-las da maneira que quisermos.

3. Adicionando as fotos
 Para adicionar as fotos pasta clicar em "Arquivo" (no topo à esquerda) e, em seguida, em "Abrir", ou usar as teclas de atalho Crtl + O. Em seguida será aberta a seguinte caixa, onde você deve selecionar a imagem que deseja e clicar em "Abrir".

  Após abrir a imagem você deve clicar no ícone da "ferramenta mover", ou apenas apertar a tecla "V" em seu teclado, conforme exemplificado a seguir:

 Após ter selecionado a "ferramenta mover", clique na imagem e arraste-a para a guia do arquivo criado, desta forma:

  Após adicionar a imagem no arquivo criado ele ficará assim:

  Agora é a hora de posicionar a imagem de acordo com o nosso gosto, para isto, clique no ícone da "ferramente zoom" ou simplesmente aperte a tecla "Z" em seu teclado. Com isto, você deve ir clicando para que seja dado o zoom na imagem, até chegar em um tamanho confortável para você fazer a organização.

4. Posicionando as imagens
 Após adicionar a imagem ao arquivo criado e dar o Zoom necessário na imagem, selecione novamente a "Ferramenta Mover" (tecla V) e arraste-a para o local do arquivo que você desejar, lembrando sempre que estas linhas azuis são a grade que estabelece o começo e fim de cada foto do seu feed.

 Caso sua imagem esteja muito grande e você precise diminuí-la, você deve usar as teclas Crtl + T e, pressionando o Shift (para não perder a proporção da imagem), arrastar os quadradinhos das pontas, que irão aparecer na imagem após dar o Crtl + T. Ao final, dê um "Enter" e a imagem ficará no tamanho escolhido.

 A partir daí é só ir repetindo este processado e organizando as imagens da maneira que preferir, usando e abusando de sua criatividade.

5. Cortando o arquivo
 Lembrando que cada quadradinho deste é uma foto que será publicada no Instagram, é necessário cortarmos o arquivo de acordo com a grade, e para isto deve-se selecionar o ícone "Ferramenta Corte Demarcado", ou utilizar a tecla "C".

 Dica: para cortar eu recomendo que dê bastante zoom, pois teremos que fazer esta tarefa manualmente, e não podemos cortar no local errado se não o Feed não fica certo no final.

 Posicione o mouse bem na ponta do quadrado e arraste até o lado oposto. Após soltar o mouse o Photoshop irá te mostrar a área demarcada para ser recortada. Se não estiver certo, selecione a ferramenta mover e, ao aparecer uma caixa, clique em "Não cortar", e faça novamente. Caso esteja certo, dê um "Enter" e a imagem ficará será recortada.

 Após ser recortada, você já tem a foto que será publicada em seu Instagram. Desta forma, vá em "Arquivo" (no topo à esquerda) e clique em "Salvar Como", ou utilize as teclas de atalho Shift + Ctrl + S.

 Selecione o local onde deseja salvar sua imagem e altere o formato para JPEG ou PNG.

 Após salvar a imagem, você precisa fazer o mesmo procedimento com os demais quadrados, portanto, para voltar para o documento na forma como ele estava antes do corte, vá em "Editar" (no topo da tela) e clique em "Desfazer Corte Demarcado", ou simplesmente utilize as teclas Crtl + Z. Aí é só repetir o processo de recorte até chegar ao último quadrado.

 Tcharaaaaan, chegamos ao fim do tutorial. Agora é só publicar as fotos que você salvou (na ordem certa, por favor) e terá um feed novinho em folha. Se alguém tiver alguma dúvida me chamem no Instagram.

  • Compartilhe:

Editorial CQA - Cores Que Acontecem

5.5.18
 CQA - Cores Que Acontecem é um editorial de moda que nasceu através do meu desejo de desenvolver algum projeto nesse segmento e que só se tornou possível devido ao trabalho em equipe de um grupo incrível que abraçou a ideia desde o início e fez com que tudo desse certo.

 O conceito do editorial é a juventude da década de 90/ início dos anos 2000, que trouxe à tona a moda que foi tão amada na época e que hoje está cada vez mais presente entre os jovens da nossa geração. Desde o início nós quisemos criar algo com o qual as pessoas se identificassem, utilizando peças que lembrem aquela época mas que as pessoas consigam se imaginar usando hoje em dia.

 O nome Cores Que Acontecem surgiu devido ao fato de que ao analisarmos o resultado do editorial percebemos que as cores roubaram completamente a cena, se destacando ainda mais do que o próprio conceito inicial, algo que felizmente deu muito certo, pois conseguimos manter uma paleta de cores que expressassem a essência do projeto.

 As peças estão disponíveis para compra no Brechó Apiz, esperamos que vocês gostem do resultado!




























SORTEIO
Jaqueta Jeans sendo sorteada no Instagram do Brechó Apiz. Participe aqui!
Equipe: 
Produção: Gustavo Mendes
Styling: Brechó Apiz
Maquiagem: Vitória Vasconcelos 
Fotografia: Layla Fernanda
  • Compartilhe:

Deixa eu bagunçar você?

14.4.18
 Talvez seja a forma genuína como você sorri, ou a forma como você me beija e me acaricia quando estou desprevenido, ou até mesmo a forma como me faz passar 5 segundos de vergonha em todos os lugares em que vamos; mas de alguma forma você faz com que eu me apaixone de novo e de novo a cada dia que se passa. Me apaixone pela vida, me apaixone por mim, me apaixone por você.

 Uma das coisas que a nossa relação me ensinou foi a finalmente enxergar este laço de companheirismo e de afetividade como algo que pode durar para sempre - até que a morte nos separe -, pois antes disto eu sempre olhava para os relacionamentos alheios como um produto que tem prazo de validade. Não que muitos não tenham, mas de fato hoje eu acredito que um relacionamento pode durar, e eu farei o possível para que o nosso seja um deles.

 Eu acho que eu nunca te disse isso, mas muito obrigado por pegar a minha mão no primeiro dia em que nós saímos, naquele momento eu precisava de algo além de uma bela amizade, e hoje eu sei que este espaço não poderia ter sido preenchido por qualquer outra pessoa. Seja no encontro dos nossos lábios ou no encontro de nossos espíritos animais, sempre que eu te toco eu sinto que você é a pessoa certa, é a pessoa com a qual eu quero estar, é a pessoa com a qual eu quero ser feliz.

 17 + 21 = 38. Diferente do que Brás Cubas disse em suas memórias póstumas, na nossa relação dois ímpares uniram um par, e nós sabemos que no fim das contas é isto que importa. Eu não espero que você me dê flores, chocolates ou um ingresso para o show da Demi, eu só espero que você lute pela sua felicidade e saiba que, se isto for feito, então eu estarei feliz.

 Eu poderia encerrar este texto com o clichê namora comigo?, mas ao invés disto eu prefiro encerrar com a frase que reflete toda a nossa relação: deixa eu bagunçar você? 


 eu te amo.
  • Compartilhe:

Como eu concilio os estudos, o trabalho e o blog?

14.3.18
Foto de: Matthew Henry
 Conciliar os estudos, o trabalho e o blog não é novidade para mim, afinal de contas, isto já faz parte da minha rotina há mais de um ano. Entretanto, neste ano existe um novo elemento que demanda boa parte do meu tempo e da minha disposição: o vestibular. Pois é, ele sempre pareceu algo bem distante para mim, mas agora ele chegou, e ou eu me dedico para passar ou eu terei que aguardar no mínimo mais 6 meses para ingressas na faculdade, algo que definitivamente não quero.

 Como eu sei que muitos de vocês também estão passando por essa mesma situação, eu decidi compartilhar a minha forma de conciliar tudo isso. É claro que nem todos que me acompanham também possuem um blog, mas acredito que muitos de vocês, agora que estão no terceiro ano do ensino médio, precisam conciliar os estudos com pelo menos mais alguma coisa que ocupe boa parte da sua rotina. 

 Inicialmente é necessário que falemos sobre a organização. Pois é, eu sei que nem todo mundo têm aquela paciência e disposição para separar todos os livros por ordem de sobrenome de autor, ou então as roupas por cores e tons diferentes, mas quando falamos em conciliar tarefas que exijem bastante de nós, é extremamente importante que adquiramos uma organização mais eficaz. E quando eu digo eficaz eu não estou dizendo que você precisa organizar tudo igual às fotos que vemos no Pinterest, você só precisa de um método de organização que funcione para você. Portanto, se você gosta de anotar suas tarefas em agendas, anote! Se você não gosta e prefere usar o bloco de notas do celular, não tem problema, use! Existem inúmeros métodos de organização disponíveis na internet e outras inúmeras ferramentas que podem te auxiliar no dia a dia, é só pesquisar, testar e ver quais são as que melhor funcionam para você. O que não vale é usar aquele típico discurso de eu entendo a minha bagunça, porque no fundo todos nós sabemos que você não entende é coisa nenhuma. 

 Ainda falando sobre organização, uma coisa que têm funcionado muito para mim são as checklists. Até o final do ano passado checklist para mim se resumia a compras em supermercados, mas ai eu descobri que inúmeras pessoas utilizavam este método para organizar os estudos, as tarefas diárias, as tarefas do trabalho, etc. Com o tempo eu criei o hábito de utilizá-las, e hoje em dia não consigo mais viver sem. A grande questão da organização é que independente do método ou da ferramenta que você utilize, inicialmente ela sempre será algo chato de se fazer, pois você ainda não possui o hábito. A partir do momento em que isto se torna um hábito, você passa a ver as grandes melhorias que tudo isto traz para a sua vida. 

 Eu não sei do trabalho e da função de cada um, mas pelo menos o meu não requer eu realize atividades relacionadas ao trabalho fora do meu ambiente corporativo. É por isto que a minha maior preocupação acaba se voltando aos estudos. No final do ano passado eu decidi tirar alguns dias para pensar em estratégias que eu poderia adotar para não ter que passar os finais de semana em casa com a cara nos livros. A primeira coisa na qual eu pensei foi: por que estudar em casa o que eu posso estudar na escola? Com este questionamento eu percebi que inúmeras coisas que eu deixava para estudar em casa, poderiam ser estudadas na escola, que já é o ambiente próprio para isto. Sabe um hábito terrível que eu carreguei durante todos os meus anos de estudante? Nas aulas vagas, ao invés de fazer atividades de outras matérias ou revisar conteúdo, eu sempre optava por ficar conversando com os amigos. É claro que isto não é de todo o mal, mas precisamos aprender a dosar, e foi justamente o que eu fiz. Agora eu aproveito cada minuto na escola para revisar e aprender o máximo de conteúdo que eu consigo, e já adianto que até o momento tem dado muito certo

 Outra mudança muito importante que eu decidi fazer neste ano foi trocar os meus cadernos por um fichário. Quando eu era menor eu tinha muita vontade de usar fichário ao invés do caderno, mas por ser uma pessoa desorganizada eu sempre acabava desistindo por pensar que não conseguiria organizar todas as folhas, as matérias, etc. Porém, como para este ano uma das minhas metas já era me tornar uma pessoa mais organizada, eu decidi que estava na hora de comprar um fichário e aprender a utilizá-lo. Quer saber o resultado? Eu não tenho a menos pretensão de voltar a utilizar caderno! Além de carregar menos peso na bolsa, é muito melhor na hora de poder revisar o conteúdo e também de fazer anotações nas aulas. 

 Ah, e já que eu falei em anotações, é importante dizer que a última mudança relacionada aos meus estudos neste ano foi a troca do meu método de anotação, que deixou de ser aquele método clássico e passou a ser o método Cornell, que se diferencia dos demais pela forma como a folha é divida para que sejam feitas as anotações. Se vocês quiserem eu posso fazer um post futuramente explicando como eu utilizo o método Cornell para as minhas anotações diárias e para os resumos. 
 Bom, essa é a hora em que vocês me perguntam: e onde entra o blog nisso tudo? Este, até o momento, está sendo o mais difícil de se encaixar na minha rotina. Eu não estou conseguindo conciliar o blog com os demais elementos da forma que eu desejo, mas acredito que isto não é algo totalmente negativo. Essa é outra coisa muito importante de ser observada dentro de uma rotina: nós não precisamos conciliar mil coisas ao mesmo tempo, e mesmo que precisemos, algumas coisas simplesmente não se encaixarão, pois outras requerem muito mais do nosso tempo e do nosso empenho.

 O que eu tenho feito para não deixar o blog completamente desatualizado é estar sempre pensando e anotando ideias para novos posts, e aí quando surge um tempo livre eu consigo desenvolvê-lo sem muito esforço, afinal de contas, já adiantei uma parte do processo de criação. Ademais, uma dica muito importante que eu queria dar para todos é: aproveite os pequenos momentos livres para resolver as coisas mais simples. Neste ano, por exemplo, eu estou tendo que ler alguns livros que foram solicitados pelo meu professor de literatura, e como eu não tenho um grande intervalo de tempo na minha semana para sentar e ler com calma, eu optei por estar sempre lendo nos percursos entre escola - trabalho e trabalho - casa, e por mais que nem sempre eu consiga ler bastante, é muito melhor ler 20 páginas por dia do que não ler nada durante a semana toda. 

 E eis que chega o fim de semana. Ai vocês devem pensar que eu durmo até 12hs, faço as tarefas de casa e depois vou estudar novamente, né? Pois bem, vocês estão errados. Desde o ano passado que eu estabeleci um acordo comigo mesmo, que é não abrir mão de todo o meu lazer por conta dos estudos ou do trabalho, então eu meio que estabeleci uma regra de sair um dos dias do fim de semana (geralmente aos sábados), e no outro eu tiro o dia para descansar, fazer minhas atividades da escola e estudar para o vestibular. 

 Eu sei que lendo tudo isso parece que é uma rotina impossível e que eu não tenho tempo sequer para respirar, mas na verdade aos poucos eu estou conseguindo encaixar tudo de uma forma que não seja prejudicial para a minha saúde nem para o meu bem-estar. Eu prezo pelos meus estudos assim como prezo pelos meus rolês aos fins de semana. E sabe de uma coisa? É isso que importa. O importante é você estar contente e satisfeito consigo mesmo e com a vida que está levando.Não adianta passar um ano inteiro abrindo mão de tudo aquilo que te faz feliz para se dedicar aos estudos. O vestibular é algo importante? Com certeza. Ele define a pessoa que você é? Definitivamente não!
  • Compartilhe: